Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

BASQUETEBOL - Campeonatos Nacionais Feminino = Académica e Olivais...

1º Escalão Nacional = Liga Feminina (Olivais)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
524 7 16/12/2007

BoaViagem-Angra-Açore

ESSA/Barreiro/Tley

52 / 62
522 7 16/12/2007

Gesfunny / Vagos

CD Póvoa/MonteAdriano

86 / 48
523 7 15/12/2007

Olivais/Freitas&Sobra

CP Natação

62 / 49
521 7 15/12/2007

Esgueira/OLI

União da Madeira

58 / 55
520 7 15/12/2007

Ovarense

CAB Madeira

38 / 72
525 7 15/12/2007

Algés

Santarém B.C.

90 / 71

  Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
CAB Madeira
7
7
0
0
558
397
161
14
Olivais/Freitas&Sobra
7
7
0
0
475
348
127
14
ESSA/Barreiro/Tley
7
5
2
0
466
405
61
12
BoaViagem-Angra-Açore
7
5
2
0
480
413
67
12
Algés
7
5
2
0
503
444
59
12
Gesfunny / Vagos
7
5
2
0
530
405
125
12
União da Madeira
7
3
4
0
439
436
3
10
CP Natação
7
2
5
0
440
489
-49
9
Esgueira/OLI
7
2
5
0
389
467
-78
9
10º Santarém B.C.
7
1
6
0
430
580
-150
8
11º CD Póvoa/MonteAdriano
7
0
7
0
385
518
-133
7
12º Ovarense
7
0
7
0
330
523
-193
7

 

2º Escalão Nacional = CNB 1 (Olivais/Chamagas)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
286 11 22/12/2007

Fenicia/Sanjoanense

C.Basquete Viana

72 / 46
289 11 16/12/2007

EBP

Basquete de Barcelos

85 / 68
284 11 16/12/2007

C.I. Montemor/Ginásio

ACR - Vale de Cambra

66 / 59
287 11 15/12/2007

Olivais Coimbra/Chamag

FC Gaia

58 / 60
288 11 15/12/2007

UTAD/B.C.Vila Real

CD POVOA/MonteAdriano

59 / 103
285 11 15/12/2007

Guifões Sport Clube

União da Madeira

101 / 89

  Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
EBP
11
10
1
0
823
685
138
21
Basquete de Barcelos
11
10
1
0
834
692
142
21
CD POVOA/MonteAdriano
11
8
3
0
901
819
82
19
FC Gaia
11
8
3
0
712
647
65
19
Guifões Sport Clube
11
6
5
0
884
831
53
17
ACR - Vale de Cambra
11
5
6
0
741
693
48
16
União da Madeira
11
5
6
0
810
779
31
16
Olivais Coimbra/Chamag
11
4
7
0
682
732
-50
15
Fenicia/Sanjoanense
11
4
7
0
709
733
-24
15
10º C.I. Montemor/Ginásio
11
4
7
0
768
799
-31
15
11º C.Basquete Viana
11
2
9
0
638
815
-177
13
12º UTAD/B.C.Vila Real
11
0
11
0
570
847
-277
11

 

4º Escalão Nacional = 2 Divisão (Olivais B e Académica)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
1772 8 22/12/2007

ACERT

Olivais Coimbra B

64 / 55
1766 7 16/12/2007

Olivais Coimbra B

A.A.Coimbra

51 / 61
1764 7 16/12/2007

S.C. Beira Mar

CDTN/Torres Fórum

38 / 53
1768 7 16/12/2007

SP Figueirense

UDR Zona Alta

81 / 31
1765 7 15/12/2007

Colégio de Calvão

Lousanense J.S.R.

80 / 23
1767 7 15/12/2007

Unidos / Sildicons

ACERT

64 / 82

  Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
CDTN/Torres Fórum
7
7
0
0
403
288
115
14
Colégio de Calvão
7
6
1
0
434
276
158
13
ACERT
8
5
3
0
517
429
88
13
SP Figueirense
7
5
2
0
406
312
94
12
A.A.Coimbra
7
5
2
0
419
326
93
12
Olivais Coimbra B
9
3
6
0
467
483
-16
12
S.C. Beira Mar
7
3
4
0
379
354
25
10
Unidos / Sildicons
8
1
7
0
441
564
-123
9
UDR Zona Alta
7
1
6
0
231
475
-244
8
10º Lousanense J.S.R.
7
1
6
0
221
411
-190
8

publicado por Grupo Media Coimbra às 01:18
link | favorito

BASQUETEBOL - Campeonatos Nacionais Masculino = Académica, Olivais e Sport...

2º Escalão Nacional = Pro Liga (Académica)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
101 14 06/01/2008

Sampaense/Tec.Coimbra

CTM Vila Pouca Aguiar

82 / 58
102 14 06/01/2008

Sport Lisboa e Benfica

Queluz Sintra PMundial

71 / 61
104 14 05/01/2008

Física T. Vedras

Atlético/Slimcei

97 / 56
105 14 05/01/2008

Esgueira /Oli

Maia Basket

75 / 72
100 14 05/01/2008

Illiabum

Galitos FC

71 / 68
99 14 05/01/2008

Ass.Academica Coimbra

Cv. Aliança/Sangalhos

80 / 73
103 14 05/01/2008

Seixal FC /Slimcei

VSC -M.Couto Alves

68 / 76

Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
Sport Lisboa e Benfica
12
11
1
0
983
782
201
23
VSC -M.Couto Alves
12
11
1
0
1019
847
172
23
Illiabum
13
10
3
0
1050
916
134
23
Queluz Sintra PMundial
13
9
4
0
982
880
102
22
Física T. Vedras
13
9
4
0
1080
949
131
22
Esgueira /Oli
13
9
4
0
941
945
-4
22
Angra/Susiarte/Samsung
13
7
6
0
950
942
8
20
Atlético/Slimcei
13
6
7
0
927
991
-64
19
Sampaense/Tec.Coimbra
13
6
7
0
968
1009
-41
19
10º Ass.Academica Coimbra
13
6
7
0
892
951
-59
19
11º Cv. Aliança/Sangalhos
13
4
9
0
913
993
-80
17
12º Seixal FC /Slimcei
13
4
9
0
881
892
-11
17
13º Galitos FC
13
3
10
0
915
980
-65
16
14º Maia Basket
14
2
12
0
1021
1152
-131
16
15º CTM Vila Pouca Aguiar
13
0
13
0
786
1079
-293
13

 

3º Escalão Nacional = CNB 1 (Olivais)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
286 11 22/12/2007

Fenicia/Sanjoanense

C.Basquete Viana

72 / 46
289 11 16/12/2007

EBP

Basquete de Barcelos

85 / 68
284 11 16/12/2007

C.I. Montemor/Ginásio

ACR - Vale de Cambra

66 / 59
287 11 15/12/2007

Olivais Coimbra/Chamag

FC Gaia

58 / 60
288 11 15/12/2007

UTAD/B.C.Vila Real

CD POVOA/MonteAdriano

59 / 103
285 11 15/12/2007

Guifões Sport Clube

União da Madeira

101 / 89

  Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
EBP
11
10
1
0
823
685
138
21
Basquete de Barcelos
11
10
1
0
834
692
142
21
CD POVOA/MonteAdriano
11
8
3
0
901
819
82
19
FC Gaia
11
8
3
0
712
647
65
19
Guifões Sport Clube
11
6
5
0
884
831
53
17
ACR - Vale de Cambra
11
5
6
0
741
693
48
16
União da Madeira
11
5
6
0
810
779
31
16
Olivais Coimbra/Chamag
11
4
7
0
682
732
-50
15
Fenicia/Sanjoanense
11
4
7
0
709
733
-24
15
10º C.I. Montemor/Ginásio
11
4
7
0
768
799
-31
15
11º C.Basquete Viana
11
2
9
0
638
815
-177
13
12º UTAD/B.C.Vila Real
11
0
11
0
570
847
-277
11

 

4º Escalão Nacional = CNB 2 (Sport Clube Conimbricense = SCC)

Nº Jogo
Jornada
Data
Visitado
Visitante
Resultado
1300 9 16/12/2007

Academico Viseu-Piaget

Lousanense-Golfinho Sp

62 / 78
1297 9 15/12/2007

G.D. Gafanha

GDR Gumirães

80 / 68
1299 9 15/12/2007

S.C.C.

Basquet Clube Pombal

99 / 58
1341 18 15/12/2007

B.C.C.

Polar/Naval/Casino Fig

47 / 76
1298 9 15/12/2007

Atómicos Sport Clube

ACERT SIGNUM

102 / 49

  Equipa
J
V
D
FC
PM
PS
Dif
Pontos
S.C.C.
9
8
1
0
800
528
272
17
Atómicos Sport Clube
9
8
1
0
771
440
331
17
GDR Gumirães
9
6
3
0
616
542
74
15
ACERT SIGNUM
9
6
3
0
644
531
113
15
Lousanense-Golfinho Sp
9
5
4
0
584
616
-32
14
Polar/Naval/Casino Fig
9
5
4
0
580
529
51
14
G.D. Gafanha
9
4
5
0
624
651
-27
13
Basquet Clube Pombal
9
2
7
0
501
634
-133
11
Academico Viseu-Piaget
9
1
8
0
512
778
-266
10
10º B.C.C.
9
publicado por Grupo Media Coimbra às 01:03
link | favorito
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

O Campo Santa Cruz...

O Campo Santa Cruz

 

                A 7 de Janeiro de 1910, o «Reitor do liceu pede à Câmara cedência de terrenos onde possam funcionar jogos para educação física dos alunos». A 7 de Abril de 1910, comunica-se «ao Reitor do Liceu que o terreno da quinta de Santa Cruz destinado a jogos já se encontra em condições de ser utilizado»

 

                A 21 de Abril de 1910, realizou-se «pelas 8.30 da manhã, com grande assistência, a inauguração do campo para jogos físicos, no terreno que a Câmara Municipal de Coimbra havia para tal fim concedido ao Liceu Central desta cidade. Sob a direcção do distinto professor de ginástica, Sr. Augusto Martins, as 3 turmas da 1ª Classe fizeram alguns exercícios demonstrativos de ginástica sueca. Em seguida realizaram-se 3 partidas de balão francês pela turma B da 5ª classe»

 

                O «Sr. Agostinho Costa, captain geral dos teams do foot-ball do Gymnásio Coimbra», tinha a função de marcar treinos a todas as equipas que constituíam o clube e dos jogadores específicos de uma equipa. Desde Novembro de 1911, que havia no Ginásio Coimbra uma frequência intensa e semanal de treinos de futebol, como aconteceu por exemplo na segunda semana de Dezembro do mesmo ano que o programa de treinos apresentou o seguinte calendário: «5º Feira – treino do II Team às 8 e meia da manhã, do III e IV às 12 horas e do I às 2 da tarde no campo Ínsua dos Bentos; 6ª Feira – Treino do Keeper do II team e do Keeper do I às 11 horas e meia da manhã no mesmo local; Sábado – treino do III e IV teams às 2 horas e do Keeper do I team às 3 horas, no Campo do Lyceu; Domingo – treino do I e II teams às 12 horas e do III e IV às 2 horas, no Campo Ìnsua dos Bentos»

 

                A partir de Março de 1912, o Campo do Lyceu passa a ser mais conhecido pelo Campo Santa Cruz e mais pretendido para os treinos de futebol das equipas que cada vez surgiam mais no meio futebolístico de Coimbra. A procura deste espaço desportivo foi tal, que com o apoio do Jornal de Coimbra os grupos de futebol intercederam «junto da Câmara a fim deste lhe mandar deitar umas camadas de terra, pois é um campo esplendido para treinos [...] a Câmara nada tem a perder, porque não havendo por aí campo em condições para treino, poderia até aquele ser arrendado a vários grupos de foot-ball, no caso, é claro da Câmara o mandar tratar e preparar convenientemente».
 

                  Em Fevereiro de 1918, a secção de futebol da Associação Académica de Coimbra toma um novo rumo, aparecendo novamente nos campos de futebol em Coimbra. Após a visita do Presidente Sidónio Pais foram intensificadas as obras do Campo de Santa Cruz, tendo vindo a Coimbra realizar dois jogos com o grupo da Associação Académica, o Clube Império, de Lisboa, que saiu vencedor. O primeiro jogo, presenciado por considerável assistência, teve lugar no Campo Santa Cruz no dia 23 de Fevereito de 1918, correspondendo à 2ª inauguração do campo. A segunda partida realizou-se, no dia seguinte,  no campo da Escola Agrícola, na Bencanta.

 

                Em Julho de 1918, o «governo de Sidónio Pais publicou um decreto concedendo um empréstimo de 100 contos a Universidade de Coimbra para a conclusão do Campo de Jogos e a construção de um edifício destinado a sede da Associação Académica»

 

               A 5 de Março de 1922, o «Campo de Jogos de Santa Cruz foi inaugurado festivamente com a assistência do Reitor Doutor António Luís Gomes e do Ministro dos Negócios Estrangeiros, dr Barbosa de Magalhães. O grupo de futebol da A.A, disputou um jogo com o Académico do Porto». Em Maio de 1922, no «Campo de Jogos de Santa Cruz iniciou-se a construção de um balneário, estando prevista, também, a abertura de uma piscina para a pratica da natação.»

 

              A 22 de Outubro de 1922, foi fundada a Associação Futebol de Coimbra, tendo sido aprovados os estatutos, o regulamento interno e a direcção da nova associação, numa das salas da Associação Académica de Coimbra. Isto implicou que o Campeonato do Centro de Portugal deixasse de existir dando lugar, na época de 1922/23, à primeira edição do Campeonato de Coimbra que se realizou no Campo de Santa Cruz. Foi exactamente neste último campo que “se realizou em 3 – XII de 1922 a primeira jornada oficial da A . F . C . com os seguintes jogos: Onze Brancos – Esperança (3ª categorias), Académica – Conimbricense (3ª categorias), União – Aviz (2ª categorias), Académica – Moderno (1ª categorias)

 

                A 29 de Abril de 1928, a Académica inaugura o seu primeiro campo de basquetebol, dentro do Campo de futebol “Santa Cruz”. Faziam com riscos e cal, as marcações adequadas e as tabelas eram colocadas nos sítios regulamentares.

 

                 A 10 de Abril de 1932, a Académica inaugura um novo campo de basquetebol, ao lado dos balneários do Campo de futebol “Santa Cruz”.

 

                  Numa altura em que a Académica procurava melhorar o seu parque de jogos no Campo de Santa Cruz, conseguia ainda inaugurar a 29 de Julho de 1934, a sua piscina com as dimensões de «30 x 8m ... no extremo mais fundo, ... 2 metros». Este tanque ficaria nas imediações dos balneários (zona hoje que está coberta com um monte de terra). A inauguração marcou «um acontecimento desportivo de vulto para a nossa cidade, porquanto há anos que vem sendo debatido pela imprensa este problema da necessidade duma piscina». É de salientar que esta piscina foi inicialmente muito concorrida, não só por estudantes, como por outros grupos de utentes.

 

            Depois do grande melhoramento que foi a Piscina da Académica, anexa às imediações dos balneários do Campo de Santa Cruz, um rink de patinagem seria construído junto ao recinto de basquetebol. O local do Hóquei em Patins viria a ser inaugurado em Junho de 1938, sendo palco de todas as jornadas do primeiro campeonato de Coimbra que começou a 13 de Novembro do corrente ano.

 

                Em 1956 a Académica inaugura um novo campo de basquete, outra vez dentro do Campo de Futebol “Santa Cruz”. Desta vez, há um encurtamento do campo de futebol tendo sido construído um recinto anexo de basquetebol, com um piso de alcatrão.

 

                 Em 1965 a Académica passa a utilizar o campo de Basquetebol do primeiro e novo Pavilhão Gimnodesportivo de Coimbra, o do Liceu D. João III (actual Escola Secundária José Falcão). O recinto de basquete anexo ao Campo de Futebol “Santa Cruz” é destruido voltando o campo de futebol a ter as medidas totai.

 

                De acordo com o jornal As Beiras, «desde 1 de Julho de 2003 que nada acontece no Campo de Santa Cruz. Até agora, foram alguns os subsídios prometidos pelo Governo e que não chegaram à Direcção Geral/Associação Académica de Coimbra (DG/AAC). “A resposta eternizou-se”, começa por lamentar Paulo Fernandes, líder da associação estudantil. Assim, a Academia decidiu avançar, juntamente com a Reitoria da Universidade de Coimbra, para a abertura de um concurso público para a conclusão das obras, apresentado ontem à comunicação social. “Foi uma decisão unânime desta direcção geral”, lembra Paulo Fernandes, que fundamenta a opção: “este é um local mítico da cidade e que não podia continuar parado. Agora que acabam de entrar mais três mil estudantes na nossa universidade, parece-me uma boa altura. O Campo de Santa Cruz é o melhor equipamento desportivo da AAC e esperemos que, com esta decisão, este seja o início do fim”. Até ao momento, e feito o saldo da 1.ª fase das obras, o Santa Cruz conta já com uma zona de balneários, uma sala polivalente, um apartamento superior no edifício central e ainda com novo enquadramento exterior. Na 2.ª etapa do projecto, avançar-se-á para a conclusão do relvado sintético, o campo central a ser utilizado pela maioria das secções desportivas da Academia. Presente na cerimónia, o Reitor Seabra Santos falou do “momento de alegria, num espaço que irá devolver à cidade e à Academia algo muito importante”... Quando foi contactado pela DG/AAC, Seabra Santos “pensava que a Universidade tinha esgotado o seu apoio ao Campo de Santa Cruz com os 550 mil euros da 1.ª fase”. Contudo, dois motivos foram essenciais para a Reitoria avançar com o apoio. “Prevaleceram o valor do património num espaço como este e, por outro lado, o esforço da DG/AAC em terminar o projecto”, explica Seabra Santos. Perspectiva-se agora “uma gestão conjunta entre a Reitoria, a AAC e os Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra”, mas, até, lá será de todo aconselhável, ressalva o Reitor, “diminuir os custos da AAC”. Os mais pessimistas apontam a conclusão do Campo de Santa Cruz “em menos de um ano, mas os mais optimistas diriam em quatro meses”... Para se tornar possível o avanço nas obras do Santa Cruz, a Reitoria da Universidade contribuiu com 150 mil euros, num total de 420 mil euros, o valor estimado para, dentro de cerca de cinco meses, concluir o relvado sintético em falta. Assim, a obra leva já, no montante global, com o IVA incluído, cerca de 990 mil euros de custo. Um valor que não assusta os responsáveis pelo projecto, porque “tratar-se-á de um sintético de 3.ª geração”, sublinha Seabra Santos, o que permite o regresso de um espaço “necessário” para Coimbra. “Não fosse a colónia de sapos parteiros” que invadiu o Campo de Santa Cruz, no contexto da 1.ª fase das obras, e, se calhar, as obras já estariam concluídas.

http://www.asbeiras.pt/?area=desporto&numero=49327&ed=21092007

publicado por Grupo Media Coimbra às 20:41
link | favorito
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Estudantes de Coimbra irão ensaiar o Criquete...

Os alunos das Escolas Básicas 2,3 da Pedrulha - Coimbra e da Lousã, irão brevemente, jogar o jogo do criquete, muito praticado na Inglaterra, Índia e Africa do Sul.

 

Em Portugal, só nos finais do século XIX, inícios do século XX, é que se encontram as primeiras referências ao jogo britânico disputado pelos ingleses do "Lisbon Cricket Club".

 

Um professor da escola de Coimbra adquiriu os tacos e os "wickets" de criquete, e irá conjuntamente com o colega da Lousã, ensaiar o jogo com os alunos. Irá ser definido um sábado para experimentar o Criquete e também o jogo de Basebol e o jogo do Beto, modalidades que envolvem tacos.

publicado por Grupo Media Coimbra às 19:22
link | favorito
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Origem e evolução do Basquetebol em Coimbra...

O basquetebol surgiu, pela primeira vez, em Coimbra, no ano de 1918. A iniciativa pertenceu à Associação Cristã de Estudantes (actual Associação Cristã da Mocidade) que, a 20 de Junho desse ano, inaugurou a sua sede na Rua Alexandre Herculano. Fundada pelo sr. Myron Clarck, o objectivo da Associação consistia «em proporcionar aos moços académicos meios de se divertirem, de repousarem das canceiras escolares e de conviverem com proveito intelectual e físico». Ao longo de um ano de existência, a Associação lançou um conjunto de modalidades, entre as quais o basquetebol que revolucionou o desporto na cidade, pois os “acemistas” tinham um ginásio dentro do seu edifício (ginásio que foi transformado numa sala de ginástica de espelhos).

Teve lugar, no dia 20 de Junho, o «primeiro aniversário da inauguração da nova sede da benemérita Associação Cristã de Estudantes de Coimbra. O programa da tarde consistiu em desafios de voleibol, boxe, basquetebol e ténis. À noite discursos, música e monólogos. Por essa altura contava já aquele grémio mais de 250 membros. Havia esperanças de que no futuro (ano lectivo seguinte) se conseguiria um director de educação física, o que muito contribuiria para o desenvolvimento do desporto na nobre cidade universitária».

A 18 de Agosto de 1920, chegou a Coimbra, o sr. Artur K. Powlison que foi o primeiro secretário da secção de educação física, tendo sido então que o Basquetebol começou a ser ensinado e praticado pelos «rapazes das escolas da nossa associação em Coimbra».

Em Dezembro de 1921, pelo esforço de W. H. Salling e Orton S. Clarck, directores da Associação Cristã de Estudantes, foi intensificada a prática do Basquetebol, através da organização de equipas e jogos inter–sócios, com arbitragens destes dois secretários.

Em Julho de 1922, «Orton S. Clark traduziu e adoptou para a língua portuguesa, as regras oficiais do Basquetebol e de outros jogos atléticos americanos, «que foram publicadas num belo volume”, indispensável a todo o desportista e editado pela A.C.E. de Coimbra». Este foi vendido pelas Associações Cristãs de Lisboa, Porto e Gaia. A partir de 1923, estas associações começaram a organizar entre elas os primeiros campeonatos da modalidade, cabendo à de Coimbra organizar o segundo, a 4 e 5 de Abril de 1924. A Associação Cristã de Estudantes além de dinamizar o basquetebol a nível interno, também começou por divulgar a modalidade aos outros clubes da cidade, conseguindo a realização de jogos de propaganda do novo desporto.

O primeiro registo noticioso dos jogos amigáveis remonta a 22 de Junho de 1924, no Stand de Celas entre o Sociedade Tiro e Sport e a Associação Cristã de Estudantes, tendo esta ganho por 33–18,. Entretanto, a Associação efectuou mais desafios de propaganda com os clubes da cidade que iam abrindo as suas secções de basquetebol, como foram os casos do Sport Clube Conimbricense, do União de Coimbra, da Académica, do Sporting Nacional, do Clube Futebol “Os Conimbricenses” e do Santa Clara Futebol Clube.

Em Novembro de 1927, com o propósito de desenvolver e orientar a prática do Basquetebol em Coimbra, o Dr. Octávio Rego Costa, então secretário geral da A.C.E. daquele tempo, dirigiu aos diversos clubes com secções nesta modalidade um convite para uma reunião, tendo em vista a criação de uma associação. Compareceram os delegados dos clubes do Sport Conimbricense, do União de Coimbra, do Clube Futebol “Os Conimbricenses”, do Santa Clara e do Sporting Nacional. Nessa reunião, após discutidos e aprovados os estatutos, foi fundada a Associação de Basquetebol, cuja sede ficou provisoriamente na A.C.E.. Foi ainda aprovada a filiação da nova associação na  Federação de Basquetebol de Lisboa ou Porto, e a efectivação do campeonato distrital de Basquetebol em Coimbra. A Associação marcou um passo brilhante na marcha progressiva dos desportos na cidade do Mondego, tendo sido a terceira associação de Basquetebol que se organizou em Portugal. A 22 de Abril de 1928, a Associação iniciou o seu primeiro campeonato local, no ginásio da A.C.E., tendo-se defrontado o Sport Clube Conimbricense – Associação Académica Coimbra e Santa Clara Futebol Clube – Associação Cristã Estudantes. Esta viria a ser a conquistar o primeiro título de Coimbra.

Com o crescimento do campeonato de basquetebol de Coimbra, novos campos foram surgindo ao longo da década de vinte, além dos rectângulos do Stand de Celas, da Sociedade Tiro e Sport e do ginásio da Associação Cristã de Estudantes. Esta  criou, entretanto, um campo exterior nas imediações do seu edifício, na zona que hoje abarca o ginásio/pavilhão principal e o Bingo da Associação Académica de Coimbra. Aí foram disputados muitos desafios de jornadas do campeonato e encontros de selecções distritais.

A 29 de Abril de 1928, a Associação Académica de Coimbra inaugurou um rectângulo dentro do Campo Santa Cruz, lado norte, com o primeiro encontro da selecção basquetebol de Coimbra contra a de Lisboa.

A década de 30 foi a que viu surgir mais campos de basquetebol em Coimbra. A partir de 30 de Março de 1930, o Sport Clube Conimbricense teve um rectângulo anexo ao Campo do Arnado, inaugurada com dois jogos inter-equipas do Sport e dois jogos do clube da casa contra a Associação Cristã de Coimbra. No dia 6 de Abril desse mesmo ano, o Santa Clara Futebol Clube, estreava o seu espaço do “jogo ao cesto” num pátio da sua antiga sede (actualmente como segunda casa do clube – secção de columbofilismo), com um conjunto de jogos nos quais foram intervenientes, alem do visitado, o União de Coimbra, o Vitória Futebol Coimbra Clube e o Triunfo Atlético Futebol Clube.

A Associação Académica de Coimbra (que, desde 1928, marcava as linhas de basquete no seu Campo Santa Cruz) inaugurou a 10 de Abril de 1932 um novo campo ao lado dos balneários, com um jogo entre a Académica e o Continente e Ilhas e outro entre Coimbra e Figueira. Um ano mais tarde, era a vez do União de Coimbra estrear, a 12 de Março, o seu rectângulo numa faixa de terreno anexo ao Campo de Futebol da Arregaça, com a participação do Sport Clube Águias, do Sport Clube Conimbricense, do Clube Recreativo Conimbricense e do Beira–Mar.

O Grupo Recreativo de Cruz de Cristo, um clube de Coselhas, inaugurou o seu campo a 22 de Julho de 1934, aquando do seu primeiro aniversário, tendo convidado para uma partida, os “cinco” de honra do Clube Recreativo de Celas.

Dois anos mais tarde, a 30 de Novembro, também o Olivais Futebol Clube apresentava as suas instalações de basquetebol, tendo participado na inauguração o clube da casa, a Académica, Os Conimbricenses, o Sport, o Cruz Cristo, o Vitória, o Sporting Nacional e o Cinco Académico. Estas equipas, exceptuando a última, também marcaram presença a 28 de Novembro de 1937, na inauguração do campo de basquete do Sporting Nacional, localizado na Ladeira do Seminário.


 

publicado por Grupo Media Coimbra às 19:58
link | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Jogos Tradicionais

. Videos de Basebol...

. Cartaz do Torneio de Base...

. Taça de Hóquei Latina em ...

. Aero Clube de Coimbra e o...

. Lacrosse apresentado na A...

. Câmara quer construir em ...

. Vídeo de um encontro de r...

. Vídeo entre a Académica e...

. Vídeo da nova Pista de Sk...

.arquivos

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds